Na economia de projetos, as organizações reconhecem que precisam de times com uma ampla gama de perspectivas e habilidades. E isso requer verdadeira diversidade - seja de gênero, idade, raça, experiência, orientação sexual, pensamento, nacionalidade ou cultura. De acordo com a pesquisa Pulse of the Profession®, realizada para este relatório, 88% dos profissionais de projeto afirmam que ter times de projetos com diversidade aumenta o valor.

No entanto, ainda existem grandes lacunas entre o interesse declarado das organizações em promover a diversidade e até que ponto elas realmente a alcançam: apenas 33% dos entrevistados afirmam que sua organização possui uma equipe de liderança sênior culturalmente diversa. E quase 60% estão em organizações sem uma única mulher na suíte C.As empresas que comprometem - e investem em - diversidade e inclusão veem melhores resultados do projeto.

As organizações que oferecem ou investem em programas baseados em gênero são mais frequentemente associadas a alto desempenho (63% versus 36%). E a liderança culturalmente diversificada também está associada a um maior desempenho organizacional (85% versus 61%).

Quase três quartos dos entrevistados dizem acreditar que sua organização tornará a diversidade mais uma prioridade nos próximos 10 anos. O ROI? Times de projeto verdadeiramente inovadoras, colaborativas e prontas para o futuro que oferecem resultados poderosos.

Faça do dowload do Pulse of the Profession® In-Depth Report "A Case for Diversity", em inglês, aqui!


---
* Tradução livre. Mensagem oficial em inglês clique aqui!
07 de julho de 2020
Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando você concorda com estas condições, e, com nossa Política de Privacidade. Consulte nossa Política de Privacidade.